43% de pais comparam sair de casa com filhos pequenos a operação militar

Um levantamento nacional realizado no Reino Unido, em que 1.500 pais e mães foram entrevistados, mostrou que 43% deles comparavam sair de casa com os filhos pequenos a realizar uma verdadeira operação militar. O estudo ainda publicou outras estatísticas divertidas sobre a maternidade e a paternidade.

Pais disseram que ter filhos pequenos se mostrou muito mais difícil do que antecipavam

A pesquisa foi encomendada pela marca de produtos para pele Aveeno e teve a intenção de mostrar as dificuldades reais de se tornar pai e mãe, principalmente nos primeiros momentos da infância, com os filhos pequenos.

“Tornar-se pai e mãe é uma experiência incrível, mas entendemos que entrar nesse novo capítulo da vida pode trazer bastante estresse e preocupação, por isso quisemos saber mais da experiência de novos pais, nos primeiros anos de vida das crianças, o que eles querem e descobrir como ajudá-los”, explicou Rebecca Bennet, porta-voz da Aveeno ao tabloide “The Sun”, sobre o levantamento.

Enquanto alguns dados da pesquisa revelaram informações verdadeiramente encantadoras, outros mostraram que ter filhos é muito mais difícil do que as pessoas pensam: enquanto 42% dos entrevistados disseram que foi com seus filhos que sentiram, pela primeira vez, amor incondicional e 32% disseram que o cheiro da pele dos pequenos é o melhor do mundo, 31% ficou surpreso ao perceber que ficar em casa com as crianças é mais difícil do que sair para trabalhar. Da mesa forma, 39% dos pais também não esperavam que se sentiriam cansados o tempo todo e 38% disseram que não conseguem mais usar o banheiro em paz.

E, ainda que quase metade (43%) dos entrevistarados compararam sair de casa com as crianças a uma operação militar, 40% afirmou, mesmo depois de ter filhos, que a maioria dos “novos pais” reclama demais.

Outras estatísticas sobre ter filhos pequenos

Segundo pais e mães, ter filhos pequenos é mais desafiador com as redes sociais, em que todos se comparam

Entre outras coisas que muitos dos pais entrevistados concordaram foi que o silêncio nem sempre é algo bom (36%), você nunca enjoa de olhar para o seu bebê (35%), você come a maioria das suas refeições usando apenas uma mão (31%) e seu novo hobby é “se preocupar” (28%).

Além disso, 55% admitiram que ter filhos pequenos é difícil mesmo com uma boa rede de apoio, mas 71% afirmou que as redes sociais tornaram os pais mais competitivos, sendo que 22% disseram se sentir pressionados constantemente a ser os “pais perfeitos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *