8 segredos que a Disney não quer que você saiba

The Walt Disney Company, popularmente conhecida apenas como Disney, é atualmente o maior conglomerado de mídia e entretenimento do mundo.

A companhia que foi fundada por Walt Disney e Roy Oliver Disney em 16 de outubro de 1923.

O fato é que a empresa atualmente representa muito mais do que apenas uma marca. Quando falamos de Disney, lembramos das suas produções, animações, os parques temáticos, os estúdios… São tantas coisas, que fica difícil sempre acertar.

Pensando exatamente nisso, nós aqui da Segredos do Mundo, vamos te contar hoje, quais são os 8 segredos que a Disney definitivamente não quer que você saiba!

Confere só:

1- Ossos humanos na decoração do parque

A saga Piratas do Caribe que você conhece dos cinemas, surgiu como uma inspiração de uma famosa atração dos parques temáticos da Walt Disney Parks and Resorts.

A atração que foi construída em 1967, conta com um passeio de barco que leva o visitante a diversos cenários com a temática: piratas.

A construção da atração foi supervisionada pelo próprio Walt Disney, e custou o equivalente a 15 milhões de dólares naquela época.

Mas o que aconteceu e que ninguém fala sobre o assunto, é que após se sentirem insatisfeitos com a qualidade dos ossos falsos que eram produzidos na época.

O ex-produtor da Disney, Jason Surrell conta em seu livro, que eles procuraram pelo UCLA Medical Center, e conseguiram uma série de ossos humanos reais, para compor e decorar o cenário.

Ainda segundo Jason, quando a tecnologia avançou e ossos falsos mais realistas passaram a ser fabricados, os ossos humanos teriam sido devolvidos ao seu país de origem.

Mas muitos funcionários que trabalham no parque ainda hoje, garantem que em meio a atração, ainda é possível nos depararmos com esqueletos humanos reais.

2- Poeira de defunto

Você é uma pessoa que tem verdadeira fobia a velórios, cadáveres e tudo que esteja relacionado ao ritual da morte?

Bom, então o Parque da Disney realmente pode não ser uma boa opção para as suas férias. A administração do parque sofre com um grande problema que se repete desde a abertura do local.

Por ser um lugar considerado mágico, e até mesmo o destino dos sonhos de muitas pessoas. Há quem venha ao Parque da Disney para jogar as cinzas dos seus entes queridos ali.

Muitos tem esse desejo como seu último pedido, ou por gostarem muito do local ou por nunca poderem estar em vida ali.

O resultado de toda essa situação, é que nos dias de vento, ou até mesmo ao se sentar em um banco desse local, existem grandes chances de você estar entrando em contato direto com as cinzas que vieram dos restos mortais de alguém.

3- A empresa não é tão dócil quanto você imagina

Apesar de trazer bastante enraizada a temática infantil, e transmitir mensagens positivas em suas animações. A empresa não pode ser considerada extremamente dócil.

Uma mãe na Inglaterra, perdeu o seu filho ainda muito cedo. Por uma coincidência dessa vida, o que o seu filho mais gostava quando vivo era do personagem ursinho Pooh.

A mãe decidiu então fazer uma homenagem ao seu pequeno, e estampar a imagem do ursinho na lápide da criança.

Resultado? A mãe acabou sendo processada pela Disney, devido ao uso da imagem do personagem.

4- Produção racista

Em 1946, a Disney lançou uma produção que mesclava live action com animação. O nome do filme era “Song of the South”, ou em tradução livre: A canção do sul.

A história narrava a vida de ex-escravos pós guerra civil, mas desde o seu lançamento foi duramente acusado de racismo. A maneira como os personagens eram retratados assim como os próprios diálogos em si, foram considerados muito ofensivos.

Não foi a toa, que atualmente a Walt Disney Company não quer ter nenhuma ligação com o longa.

Ele deixou de ser produzido e comercializado pela empresa. E pode ser difícil de encontra-lo na íntegra até mesmo pela internet.

5- Propagandas de guerra

Walt Disney era um homem extremamente patriota, e da mesma forma que ajudou o FBI durante os tempos de guerra.

Ele também recebeu o convite do governo americano para produzir uma série de animações que seriam passadas como propagandas de guerra.

As animações não eram transmitidas e comercializadas entre o público comum. Elas eram transmitidas exclusivamente para soldados, e tinham como objetivo desumanizar o inimigo e trazer a tona o espírito patriota e esmagador desses soltados antes de partirem para a guerra.

6- Mortes por negligências do parque

Fatalidades nos Parques da Disney não são raras, afinal o local é visitado por milhares de pessoas todos os anos.

Apesar da grande maioria das mortes ocorrer por causas naturais, (AVC, ataques cardíacos), e também atitudes irresponsáveis como ficar de pé nos brinquedos.

É fato que o parque já cometeu as suas negligências. Na filial do parque da Califórnia, em 1998 uma enorme barra se soltou da atração Sailing Ship Columbia.

E resultou na morte de um dos visitantes. Outro caso chocante que também foi considerado negligência do parque ocorreu em 1981. Na ocasião um jovem de 18 anos foi esfaqueado dentro do local.

A primeira coisa que as autoridades se questionaram, é como alguém conseguiu entrar em um parque infantil com uma faca. O outro fato que fez a companhia sair culpada dessa história, foi que na ocasião o diretor do parque se recusou a deixar uma ambulância entrar no local.

Afinal isso acabaria completamente com o clima e encanto do local. O jovem esfaqueado foi retirado da Disneylandia por um carrinho temático.

7- Não contratava mulheres para cargos importantes

No ano de 1938, uma desenhista chamada Mary V.Ford, se candidatou para o cargo de cartunista para o filme “Branca de Neve”.

A resposta que ela recebeu da Disney por outro lado, foi extremamente desmotivadora. Em trecho da carta, estava escrito: “Mulheres não fazem nenhum trabalho criativo em conexão com a preparação dos cartoons. Esse tipo de trabalho é realizado exclusivamente por homens jovens. Por essa razão, garotas não são consideradas para a escola de treinamento”.

8- Os salários são muito ruins para iniciantes

Por toda a internet, não é difícil encontrarmos depoimentos de funcionários dos parques, que alegam que no começo os seus salários eram extremamente baixos.

A maioria ainda se queixa, que o valor não seria o suficiente para pagar um aluguel. Por esse motivo eles se juntavam e se hospedavam em abrigos do governo. Geralmente quem se hospeda nesses locais são moradores de rua ou pessoas em elevado nível de pobreza.

Mas e então queridos leitores, qual desses segredos é o mais polêmico na sua opinião? Conta isso e muito mais aqui embaixo pelos comentários!

Se você se interessou por esse assunto, não deixe de descobrir quais são as “12 mensagens subliminares nos filmes da Disney”.

Fontes: Onoticioso, Cracked, FatosDesconhecidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading...