Luiza Brunet diz que seguidora tem ‘cara de empregada’ e causa um reboliço nas redes

A modelo Luiza Brunet pediu desculpas em seu Instagram após ter feitos comentários considerados preconceituosos a uma seguidora que a criticou, afirmando que ela teria “cara de empregada”.

Luiza foi até o perfil da autora de um comentário feito em sua página para ofendê-la, comentando também em outras de suas fotos: “Sabe fazer faxina?”.

“Vadia, vai se informar. Você viveu comigo e com o espancador? Não lembro de você. Você era a faxineira metida, hein? Antes que me esqueça, cuida da tua vidinha”, disse Luiza.

Diversas fãs criticaram a postura da modelo, que é conhecida por seu engajamento em causas relativas ao universo feminino. “A Luiza não vive o que diz defender”, escreveu uma.

“Cara de empregada por quê? Por causa do tom da pele dela? Racismo é crime! Você como uma pessoa famosa devia pensar duas vezes antes de sair falando besteira por aí”, criticou outra.

Nesta sexta-feira, 24, Luiza Brunet compartilhou em seu Instagram um vídeo no qual se justifica sobre o caso: “Jamais tive intenção de ofender as faxineiras, até porque, todo mundo sabe que trabalhei como empregada doméstica”.

A modelo ainda ressaltou que a pressão que tem recebido nos últimos anos, desde que trouxe à tona uma denúncia de agressão contra seu ex-marido, “está sendo muito pesada”.

Os comentários de Luiza foram feitas no Instagram de Carolyne Steiner, que afirma ser blogueira e pós-graduanda em direito da família e sucessões em seu perfil.

“[A Luiza] me bloqueou e me ofendeu só porque respondi nos comentários dela que namoro não gera direitos de união estável. Tanto que ela perdeu o processo e foi condenada a pagar as custas!”, escreveu Carolyne.

“Eu comentei ainda que, se realmente o ex a agrediu, de fato ele tem que responder sobre a agressão, e tão somente”, concluiu.

Confira a íntegra do pedido de desculpas de Luiza Brunet abaixo:

“Essa semana eu vivi uma situação horrível, e eu tô aqui para me desculpar. Desde que eu fiz a denúncia de agressão, eu recebi muito apoio, mas recebi também muitas críticas.

Algumas eu relevei, porque as ofensas são a mim pessoalmente, à minha família, e outras acabei respondendo, que foi o que fiz essa semana.

Jamais tive intenção de ofender as faxineiras, até porque, todo mundo sabe que eu trabalhei como empregada doméstica. Isso está na minha biografia e sempre tive orgulho de falar. Então não teria por quê fazer esse tipo de coisa.

A pressão que venho recebendo durante esses dois anos tá sendo muito pesada para mim como pessoa.
Sou um ser humano. Eu realmente peço desculpas a quem ofendi. Não sou esse tipo de pessoa, sou uma pessoa do bem e jamais faria isso para machucar ninguém.

Vocês me perdoem.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *