Motorista da Record registra queixa policial contra Geraldo Luís após supostas humilhações

O apresentador Geraldo Luís, da RecordTV, foi pego de surpresa após tomar conhecimento de que o motorista Ismael Oliveira Silva, 47 anos, registrou uma queixa contra sua pessoa na Polícia Civil de São Paulo. O motorista afirma que foi humilhado durante o seu trabalho. Em depoimento à polícia, Ismael diz que foi ofendido muitas vezes pelo apresentador e que o comportamento “desequilibrado” é algo recorrente. Disse que, em certa ocasião, chegou a ter uma “crise nervosa acompanhada de choro”.

O próprio Ismael fez o B.O pela internet. Ele terá até seis meses para levar a queixa-crime ao 8º Distrito Policial, localizado na zona leste de São Paulo.

Fazendo isso, o processo gerara um inquérito policial contra o apresentador, que poderá ser enquadrado no crime de assédio moral.

Ainda em seu boletim de ocorrência, Ismael afirma que teria ido buscar o apresentador usando um carro da RecordTV após uma gravação realizada na Mooca, no último dia 23 de agosto. Quando Geraldo percebeu que Ismael era o seu condutor, negou-se a entrar no veículo.

Ainda segundo o motorista, o apresentador bateu a porta do veículo em ato violento e passou a gritar, usando palavras baixas.

O motorista diz não ser o único a sofrer com esse comportamento do apresentador, que já teria feito outras vítimas. Testemunhas e colegas de Ismael Oliveira afirmam que o modo como Geraldo tem agido vem desde os tempos em que ele apresentava o programa Balanço Geral, dez anos atrás.

Geraldo passou a agir de forma inadequada com o motorista após ser repreendido por causa de um desvio em uma viagem, apontado por Ismael.

Record se manifesta após caso envolvendo Geraldo Luís
A emissora afirmou que o motorista Ismael prestou queixa interna contra o apresentador Geraldo Luís e que uma apuração foi feita para investigar o caso. Ainda segundo a emissora, não houve nenhuma testemunha que pudesse confirmar o relato do motorista sobre ter sido ofendido por Geraldo.

Testemunhas apenas afirmaram que o apresentador teria de fato negado entrar no veículo conduzido pelo motorista. Ainda segundo eles, houve um desentendimento, porém, nada com agressões verbais ou algo do tipo. A emissora finalizou o caso e deu como resolvido, uma vez que Geraldo se comprometeu em respeitar o motorista ou qualquer outros funcionários da casa.

O apresentador foi procurado por alguns portais, como o Notícias na TV, porém, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading...